Brincar na água é tudo de bom e com segurança é ainda melhor

Você sabe o que é Infecção do Trato Urinário (ITU)?
25 de novembro de 2019
Fissuras mamárias e pós-parto com Laserterapia
17 de janeiro de 2020
 

As férias de verão estão acabando, mas ainda dá para aproveitar, não é mesmo?

E com cuidados e atenção, fica fácil aproveitar e guardar as melhores recordações!

Aqui vão algumas dicas de cuidados fundamentais em áreas com piscinas e outras áreas com água. São uma série de pequenos e importantes cuidados que devem ser adotados pelos pais e responsáveis.

Tudo simples, fácil de fazer, e que garantem muita segurança para todos:

  1. NÃO deixe o bebê ou criança sozinha na banheira, piscina ou qualquer reservatório de água nem por um instante. Eles devem estar a, no máximo, um braço de distância;
  2. NÃO deixe baldes, bacias ou outros recipientes com água ao alcance de crianças menores de 5 anos. Piscinas portáteis devem ser esvaziadas e desmontadas após uso;
  3. NÃO deixe atrativos, como brinquedos, próximos ou em reservatórios ou recipientes de água;
  4. NÃO confie em boias ou outros dispositivos de flutuação que não sejam coletes salva-vidas. Os coletes salva-vidas colocam o indivíduo em uma posição onde a cabeça e o rosto ficam fora da água;
  5. NÃO deixe a criança sozinha na água mesmo que esteja com colete salva-vidas;
  6. NÃO permita que seus filhos utilizem objetos de modismo, sem que haja a certificação e confirmação de segurança: por exemplo as “caldas de sereia”, responsáveis por vários afogamentos;
  7. NÃO permita que seus filhos nadem em piscinas onde não haja proteção nos ralos quanto à sucção de cabelos, correntes, partes do corpo, como tampas abauladas específicas, sistemas de desarme de moto bomba, etc.

Brincar na água é tudo de bom, mas com segurança é ainda melhor!

 

FONTE: Sociedade Brasileira de Pediatria